Conheça como a Universidade Nilton Lins desenvolve o Núcleo de Acessibilidade

Conheça como a Universidade Nilton Lins desenvolve o Núcleo de Acessibilidade

A Universidade Nilton Lins presta diversos serviços para auxiliar os seus alunos nas mais variadas situações. Entre os serviços existentes, existe o Núcleo de Acessibilidade, que fomenta e intermedia a comunicação entre estudantes e a Universidade, viabilizando o acesso para pessoas com necessidades especiais .

“Desde o vestibular até o encerramento do curso, o núcleo dá apoio aos estudantes que precisam que a instituição viabilize maneiras e novos formatos para as demandas dessas pessoas. Nesse ano, a Universidade Nilton Lins têm o prazer de formar dois alunos com necessidades especiais no curso de Direito, que foram assistidos e acompanhados por nós durante os cinco anos”, disse a Coordenadora do Núcleo de Acessibilidade, Orlane Cabral. 

Através do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e os Projetos Pedagógicos de Cursos (PPC), a Universidade Nilton Lins instituiu nas suas políticas de acessibilidade a inserção integral dos estudantes, professores e funcionários com necessidades especiais e/ou mobilidade reduzida, abrangendo desde os processos de seleção, quadro de profissionais, projetos pedagógicos dos cursos, condições de infraestrutura arquitetônica, serviços de atendimento ao público, no sítio eletrônico e demais publicações;  no  acervo  pedagógico  e  cultural, e na disponibilização de materiais pedagógicos e demais recursos.

Um grande exemplo que temos é a graduada no curso de Direito, Wellen Paula do Nascimento, cuja comunicação é realizada através de uma placa de cores com consoantes e vogais. O núcleo ofereceu durante os 5 anos de curso todo apoio, onde auxiliou em todo processo de comunicação entre aluna e professor. A troca de experiências no decorrer do processo foi muito gratificante para toda equipe. O fato dela ser uma excelente aluna, com notas muito boas, trouxe mais experiências para usarmos aos novos alunos. A luta da família com a equipe da Universidade Nilton Lins para a formação da Wellen foi longa, mas o resultado foi gratificante, pois esse é um momento único na vida de um estudante.

Toda pessoa com necessidades especiais passa pela triagem inicial desde o processo seletivo, com atendimento individualizado e personalizado, de acordo com a necessidade. Uma vez matriculado, o Núcleo de Acessibilidade seleciona um tutor ou intérprete de libras, de acordo com a demanda do aluno, que acompanha esse ao longo do curso inteiro. Todos os professores e administrativos são capacitados e orientados pelo Núcleo de Acessibilidade quanto aos mecanismos de comunicação.

“A noite da colação de grau é a realização de um sonho, pois a dificuldade visual que tenho foi ultrapassada. Tive professores que diziam que para eles era uma novidade, mas que iríamos trabalhar juntos para conseguir o meu objetivo, isso foi muito importante no decorrer da minha vida acadêmica. Também contei com o apoio de um monitor disponibilizado pela instituição, que me acompanhava nas aulas, onde ele falava o que estava escrito na lousa, e registrava em som as aulas. Quero desejar para os próximos estudantes o mesmo êxito que eu tive, e dizer para não desistir de seus sonhos”, disse Ciloé dos Santos Maciel, PcD.

A Universidade Nilton Lins tem responsabilidade social com o desenvolvimento global da região, o que está caracterizado na sua Missão Institucional em “Educar a Amazônia”. Assim contribuindo para o desenvolvimento da região, articulando significativamente o ensino, a pesquisa e a extensão.

Autoras: Giovanna Félix e Milena Vasconcelos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Atendimento WhatsApp